01 de fevereiro de 2024

Gestão dos ilícitos e da dívida é fundamental para equilíbrio financeiro do setor

A partilha de conhecimento, experiências e realidades sobre a gestão dos ilícitos e da dívida nas entidades gestoras marcou o encontro que a Comissão Especializada de Gestão de Clientes das APDA organizou na Madeira. Tendo comprovado que existem diversas formas de atuar face à problemática, o evento revelou que o setor tem feito um esforço para a obtenção de resultados efetivos e investido na relação com o cliente, existindo a certeza coletiva de que a gestão eficiente dos ilícitos e da dívida é fundamental para a sustentabilidade financeira dos serviços de abastecimento de água e de saneamento.
 

O primeiro painel do encontro, dedicado aos ilícitos nas perdas de água, refletiu a existência de medidas e ferramentas direcionadas para a identificação de situações irregulares e respetiva correção, bem como a pertinência da elaboração de um manual de procedimentos com vista à deteção e eliminação de consumos ilícitos. A legislação sobre os atos ilícitos e as consequentes contraordenações também mereceram o devido destaque.
 
 
Respetivamente à dívida nas perdas de água, tema do segundo painel, foi possível aferir que quanto mais cedo se executar a recuperação da dívida junto do cliente menores serão os custos do procedimento envolvente, tendo sido também identificados mecanismos para a agilização da reestruturação interna do processo de recuperação de dívida, que resultam em soluções convenientes para ambas as partes. A correta definição do parque de contadores foi também apontada como uma medida eficaz na diminuição das perdas de receitas nas entidades gestoras.
 

A forma como as entidades gestoras encaram a importância da gestão dos ilícitos e da dívida na gestão integrada de procedimentos, a necessidade de agravar as penalizações dos infratores e incumpridores, bem como a perceção do cliente quanto ao investimento na manutenção e inovação dos serviços de águas foram algumas das questões debatidas na parte da tarde do encontro. Como principais conclusões, onde impera a importância das entidades gestoras permanecerem ativas e atentas à problemática que envolve os ilícitos e a redução de dívida nas entidades gestoras, foi possível avaliar que, apesar de existirem entidades gestoras com práticas mais efetivas do que outras, todas têm feito um esforço dentro das possibilidades que apresentam. Para além disso, as entidades gestoras têm a responsabilidade e o compromisso de procurar servir os clientes sempre com mais qualidade, sendo certo que é necessário continuar a incidir na promoção da consciencialização para o verdadeiro valor da água.
 

A programação técnica do evento culminou com apresentação de dois guias desenvolvidos pela Comissão Especializada de Gestão de Clientes da APDA (responsável pela organização do evento): os guias “Combate aos Ilícitos para uma Gestão mais eficiente” e “Otimização da Cobrança das Entidades Gestoras em Baixa”, cujo intuito é apoiar o setor nesta busca pelo equilíbrio financeiro.
 

O evento decorreu na quinta-feira, 25 de janeiro, no Centro Cultural John Dos Passos, no Município da Ponta do Sol, na Madeira, tendo contado com cerca de meia centena de profissionais, entre os quais representantes do governo regional, que sublinharam a importância da descentralização deste tipo de encontros.
 

Poderá também interessar-lhe

04 de julho de 2024

CEQA - Desafios da qualidade da água para consumo humano

CEQA - Desafios da qualidade da água para consumo humano
28 de junho de 2024

Importância de balanços do setor na gestão de ativos em destaque

Importância de balanços do setor na gestão de ativos em destaque
26 de junho de 2024

Europa, economia e a regulação, um caminho rumo à água segura

Europa, economia e a regulação, um caminho rumo à água segura